O que já foi feito? Listas e mais listas…

Organizar um evento preenche todos os pensamentos de uma pessoa. Fazer uma lista mental de todos os compromissos não é suficiente para não esquecer de nada, é preciso colocar no papel notebook também…

Tem vezes que a quantidade de atividades programadas em uma semana superam as horas existentes no período, mas quando o casal está quase cansando, depois de 8 meses (já faz tudo isso!!!) de preparativos, a alegria de ter mais coisas prontas do que faltando deixa qualquer um feliz e mais empolgado para continuar.

Tente imaginar tudo que envolve um evento social, um jantarzinho para os amigos, um almoço com a família, um café com o tio que vem visitar… Agora aumenta o número de convidados para 350 e você poderá ter uma noção do que os noivos têm tido de tarefas e, para nossa sorte, os pais também! Infelizmente sabemos que nem todos poderão participar desse momento tão importante para nós, por esse motivo a organização é só para 250 pessoas, mas claro que essa reunião familiar está bem maior do que um jantar de fim de ano…!

Preparar esse evento tem nos tomado bastante tempo e nossas semanas têm estado bastante ocupadas (especialmente por não existir “afastamento” para organizar casamento), mas não há nada melhor do que listar as coisas que faltam e o que já foi feito!

Nessa lista de serviços – ou fornecedores, segundo o vocabulário “casamenteis” -, o que já está acertado tem bem mais itens:

  • Data para o casamento religioso
  • Data para o casamento civil
  • Igreja
  • Local para a recepção
  • Buffet
  • Decoração
  • Convites (que ficarão prontos em 45 dias!)
  • Vestido da noiva (que ainda não está pronto, para a ansiedade da noiva)
  • Terno do noivo
  • Alianças
  • Docinhos
  • Topo de bolo (os famosos “noivinhos”)
  • Músicos para a celebração
  • Lembrancinhas (rezando para que fiquem prontas com antecedência)
  • Madrinhas, padrinhos, damas de honra e aia (a daminha) convidados e confirmados
  • Site do casamento
  • Lista de presentes
  • Hotel para os convidados
  • Salão para os convidados (ok, para as convidadas)
  • Local para o “dia da noiva”

Mas ainda temos que fazer algumas “coisitas”:

  • Bolo
  • Bebidas
  • Músicos para a recepção
  • Fotografia
  • Sapato da noiva (o noivo já tem!)
  • Enviar os convites (assim que ficarem prontos)
  • Curso de noivos
  • Renovar infinitos documentos
  • Lua-de-mel e malas para a viagem
  • E confirmar com os fornecedores de todos os itens acima!

Parece que tudo vai muito bem, considerando que temos quatro meses para o casamento! Contudo, isso não aconteceu por acaso… Desde o início, decidimos organizar esse grande evento para os convidados concretizando os desejos e sonhos dos noivos sem a ajuda de uma cerimonialista.

E sinceramente não há segredo nenhum nisso, só muito trabalho! Por esse motivo, nosso objetivo é deixar tudo pronto para 1 mês antes do casamento. Algumas noivas diriam que isso é impossível, porém até agora parece muito plausível…

Esse cuidado é muito importante: organizar um casamento alegra, emociona, mas também estressa.

Se envolver com os preparativos dessa festividade tão esperada por todos faz com que os noivos se desgastem. A verdade é que não queremos estar por aí desesperados no último mês de organização preocupados porque não vai dar tempo de fazer tudo.

Esse tempo livre é importante para aproveitar a companhia dessa pessoa linda e maravilhosa com quem se está escolhendo construir o “felizes para sempre”! Nem noivas surtando nem noivos esgotados de tanto se preocuparem transpassam a felicidade dessa linda data e dessa escolha tão especial do casal…

Por esse motivo, pedimos que todos torçam para que nossos preparativos continuem caminhando tão bem quanto até agora para que possamos comemorar nossa união sem muitas olheiras!

Image

Finalmente uma doçura!

E a época de provas começou finalmente… e para alegria do noivo, já está acabando!

Tentar encaixar as degustações entre todas as obrigações ocupa quase todo o tempo livre da semana. Anotações, provas – de bolos e doces – e muita correria depois, encaminhamo-nos para um escolhido…

Para qualquer desavisado, fazer degustação de doces é só ligar, marcar, comer e pagar os 50% para garantir a data… Amargo Doce engano! Além da dificuldade inicial de encontrar horários não conflitantes, a diversidade de custos nesse setor de fornecedores de casamento é quase infinita, mas muitas vezes a diferença de sabor não compreende a mudança de sabor. A verdade é que tem muita coisa gostosa entre os não tão caros e que tem muito doce que é mais marca que sabor… como em tudo nessa vida! Destaque para o “não muito caros” porque aquele docinho da vó que custava umas moedinhas não existe no mercado de casamento.

E o segredo, por incrível que pareça, é visitar vários workshops de noivas! No dia-a-dia não temos contato com esse tipo de serviço ou temos “alguém que um dia ouviu falar”, porém é só depois do pedido de casamento que o nome da moça “que fez o docinho da festa da empresa” conta mais que o sabor dessa delícia achocolatada. Mas, muitas vezes, nesse curto período de tempo ninguém faz uma festa para os noivos falarem com a doceira. Conclusão: cortar o intermediário, pegar os contatos nos workshops e provar!

Paladar a parte, o noivo que não é muito fã de doce não aguenta mais ver chocolate pela frente e até a noiva “chocólatra” já está enjoando das gostosuras…

Ainda bem que estamos praticamente fechando com esses fornecedores e passando para a próxima fase… a música!

Deixamos a todos fotos de uns docinhos não escolhidos (não queremos estragar a surpresa) para dar água na boca nos convidados…

Image

E agora…?

Depois da correria, dos milhões de orçamentos, de várias visitas à locais e mais alguns encontros com fornecedores, encaminhar algumas coisas trás a sensação de estar tudo certo.

Ter a igreja, o local da recepção, a decoração reservados com bastante antecedência trás uma grande paz. Os padrinhos, madrinhas, damas de honra e a aia já aceitaram. Enviar o “save the date” e avisar (virtualmente) a maioria das pessoas de quando será efetivamente o casamento e faltar só alguns para serem avisados por correio também é muito bom. Até o símbolo do casal está pronto! Mas aí os noivos param para pensar depois de todo esse estresse inicial… Constatação: Só as coisas grandes foram fechadas!

Ainda falta decidir sobre as lembrancinhas, o bolo, os docinhos, a bebida, as roupas… São muitos detalhes que não podem passar despercebidos. Sem contar as preocupações dos convidados e padrinhos (todas justificadas) quanto ao site do casal com a lista de presentes, dicas de hotel e estilo da roupa. Todos já sabem a data, então, já ficam empolgados e cheios de dúvidas!

Certamente, os noivos e os pais querem ter tudo pronto o antes possível, mas organizar um casamento é um processo em que cada passo dado é a escolha de um caminho, o qual abre a oportunidade de vários outros, porém implica tomada de decisão, e para decidir é preciso pensar no todo… Calma e paciência são as palavras nessa nova etapa de escolhas. É preciso respirar fundo todos os dias quando a ansiedade aparece, pois a contagem dos dias assusta e as 24h de cada dia parecem tão efêmeras!!!

E isso que temos tempo… Estamos com os dias ao nosso favor, uma agenda funcionando com eficiência, ajuda dos pais e padrinhos e o participativo noivo tem experiência em organização de eventos!

Sendo assim, daqui até a festa de união do casal, teremos que nos acostumar a um andar mais lento, com mais cuidado e paciência. Correr por uma estrada é muito mais seguro do que ter pressa saltando entre pedras! Fechar com os grandes fornecedores foi rápido frente aos vários que encontraremos pela frente.

Aos convidados mais ansiosos, o site do casamento com muitas informações úteis logo logo estará acessível, mas até lá o e-mail preparativosdocasal@gmail.com é o contato mais fácil para ter as dúvidas sanadas! Só porque não decidimos os docinhos, não quer dizer que não podemos ajudar cada um dos nossos convidados especiais individualmente!!!

E isso que nem falamos da música… =D

Image

E a contagem regressiva começou…

Depois de um dia cheio, com infinitas obrigações e compromissos, se fez necessário registrar aqui a sensação única e indescritível de assinar o primeiro contrato com um dos fornecedores do casamento.

Sinceramente, eu nunca imaginaria que seria tão inebriante assinar um contrato. Mas quando essa assinatura concretiza publicamente o que tem feito parte dos anseios dos noivos, tudo passa a ser factual e a realidade invade o mundo dos sonhos e o materializa!

A possibilidade do “final feliz” fica mais palpável e o calendário passa a ser seu maior companheiro! Metade das definições do casamento são encaminhadas com apenas um conjunto de folhas e diversas rubricas.

Depois de vários e vários orçamentos, pesquisas na internet e planejamento sobre o estilo do casamento, definição de budget e conjecturação sobre quantidade de convidados, fechar o local é algo muito empolgante, nas palavras do noivo.

Claro que esse é o primeiro de muitos, mas dar o passo inicial nessa trajetória do casamento

é ter uma data para chamar de nossa!

Desse primeiro contrato fica que a palavra de ordem definitivamente é “negociar”. Esse é o óbvio que todos já sabem, contudo é só assim que um acordo fica interessante para os envolvidos.

Com a data de 16 de dezembro de 2012 reservada, o próximo passo é a decoração! Mas agora é só distribuir as atividades de preparação e organização nos 226 dias que nos separam do último contrato e da troca de alianças.

Até lá, nos acompanha a felicidade e a emoção de realizar um sonho!

E aos futuros convidados: Preparem-se pare receber o save the date

Image

Um delicioso compromisso…

O mundo do casamento é exatamente isso: um outro mundo!

Essa realidade única é inimaginada pela maioria dos desavisados. Mas, depois do pedido, conhecer os detalhes dessa grande novidade passa a ser quase que uma obrigação (mesmo que desejada).

E é aí que você descobre os Workshops de Noivas…! Todo mundo já viu uma propaganda deles, mas nunca deu muita atenção. Já as noivas sempre ficam sabendo deles, seja por alguém que liga para avisar porque lembrou do casal, seja porque todos os fornecedores locais tem seu e-mail (depois dos infinitos orçamentos).

Em um Workshop de Noivas tem-se a chance de sentir o clima de casamento, com decoração, docinhos, bolos, vestidos de noiva, fotógrafos, cerimonialistas, convites lindos na vitrine, comidinha de coquetel e mais um monte de mimos… Mas, exclusivos como parecem ser, só se consegue ir em um com inscrição prévia dos noivos… Tudo isso, claro, para tentar conquistar os potenciais clientes, aqueles que irão concretizar um sonho através dessas empresas.

Se me pedissem um conselho, eu diria “visite um workshop de noivas”. Nada melhor para entender tudo que compõe um casamento! Vendo tudo montado, fica mais fácil decidir o que é importante para o casal e o que não é tão interessante assim.

Esse é um compromisso delicioso e que realmente deixa o casal pensando no dia do “I do“.

Só que o mais importante é sempre colocar as contas no papel… É fácil ficarem encantados com tanta délicatesse e esquecerem as finanças, e por aqui está sendo a função do noivo lembrar que mais importante que gastar uma fortuna, é a festa sair do nosso jeitinho, tanto nos gostos quanto no budget.

Image